A primeira oficina, após a introdução de novas funcionalidades na plataforma do Programa Cidades Sustentáveis (PCS) – que integra o Projeto CITinova –, foi realizada de forma online e contou com 43 participantes. Entre eles, estavam coordenadores e técnicos de 26 municípios do Oeste do Paraná e da cidade de Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul.  
Também participaram da capacitação virtual representantes da Itaipu Binacional e do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu.  
Conduzida pela coordenadora de indicadores do PCS, Clara Meyer Cabral, a capacitação digital atendeu uma solicitação dos coordenadores e técnicos municipais daquela região.  “A plataforma do PCS não só tem novas funcionalidades, como as que já existiam também foram atualizadas e melhoradas”, explica Clara. 
Segundo ela, a oficina ocorrida no dia 15 de abril foi realizada em um momento importante. “Essa primeira capacitação após as mudanças introduzidas no sistema, com tantos participantes, mostrou-se muito interessante, pois serviu também para comprovarmos a eficiência da forma virtual de capacitação”, avalia a coordenadora de indicadores do PCS.

Técnicos municipais em “home office” participaram da capacitação.

” Temos buscado alternativas para que o trabalho não seja prejudicado e também para que o contato com os municípios não pare”, ressalta Matheus Gueri, coordenador técnico do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu na região. Ele avalia como muito proveitosa a oficina virtual e destaca o comprometimento dos envolvidos. “Consideramos que o número de participantes foi muito bom e reflete a boa aceitação do programa junto aos municípios”, conclui. 
O Programa Cidades Sustentáveis (PCS) é fomentado na região por um convênio da Itaipu Binacional (via Divisão de Ação Ambiental – MAPE.CD) com o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu. 
Em virtude da epidemia do novo coronavírus, o dia a dia do programa está sendo implementado virtualmente nas cidades da região. A assessoria técnica aos municípios é feita por aplicativos de conversas, redes sociais ou reuniões virtuais. 
Recentemente o PCS iniciou a publicação de uma séria de iniciativas no Brasil e no mundo que vêm mostrando resultados positivos no enfrentamento à pandemia. Chamada de “Especial Covid-19” , a série apresenta boas práticas que oferecem orientações gerais e ferramentas úteis para os gestores municipais. 


Sobre a nova plataforma  Com novas funcionalidades, visual reformulado e tecnologias mais avançadas em termos de sistema, a plataforma do Programa Cidades Sustentáveis (PCS) tem como principal objetivo apoiar o planejamento local dos municípios. Para isso, disponibiliza conteúdos técnicos e teóricos, banco de boas práticas nacionais e internacionais, ferramentas de auxílio à gestão pública e indicadores relacionados às diversas áreas da administração municipal.  
A plataforma oferece também notícias e outros conteúdos para o público geral, como meio de compartilhar conhecimento e informações relevantes sobre sustentabilidade urbana e políticas públicas. 
As novidades também incluem mapas interativos para localização de boas práticas, filtros de busca de boas práticas e indicadores por ODS (os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, das Nações Unidas), painéis para acompanhamento de metas e indicadores municipais, comparativo entre indicadores de cidades diferentes e mecanismo de aviso para novos conteúdos, entre outros recursos e aprimoramentos. 

Projeto CITinova  A ampliação da plataforma do Programa Cidades Sustentáveis (PCS) é parte do Projeto CITinova , uma iniciativa multilateral realizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com apoio do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF, na sigla em inglês), gestão da ONU Meio Ambiente e execução de instituições coexecutoras, o Programa Cidades Sustentáveis, o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), a ARIES/Porto Digital e a Secretaria do Meio Ambiente do Distrito Federal.  
Uma das novidades no âmbito do Projeto CITinova é a integração da nova plataforma do PCS com o Observatório de Inovação para Cidades Sustentáveis .   
O Observatório é um ambiente virtual de mapeamento e divulgação de conteúdos e soluções urbanas em sustentabilidade, divididos em oito temas. Desenvolvido pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), o espaço digital também apresenta tipologias de cidades-regiões organizadas de acordo com desafios urbanos específicos, utilizando dados geobiofísicos e indicadores alinhados aos ODS. 
Ao longo dos próximos dois anos, novos módulos, ferramentas e funcionalidades serão incorporados à plataforma do Programa Cidades Sustentáveis. Eles envolvem temas como planejamento urbano integrado, participação social, financiamento municipal, treinamento e capacitação, EAD, colaborações acadêmicas, colaborações privadas, leis, planos e políticas públicas, e agenda de eventos. 

Informações do Programa Cidades Sustentáveis (PCS)

Leia também